Siga-nos

icon-fbicon-yt

slogan-blog

Especialistas em Perda de Gordura e Tonificação Muscular

Quantidade de Proteina Que Devemos Consumir Diáriamente!

 

 

proteinaExistem basicamente dois tipos de proteínas: as completas e as incompletas. As proteínas completas contêm todos os aminoácidos essenciais, os quais não podem ser produzidos pelo corpo, precisando de ser consumidos. As proteínas incompletas têm deficiência de um ou mais aminoácidos essenciais e por esta razão surgem os suplementos proteicos que colmatam estas carências, bem como potenciam a absorção das proteínas completas.


Assim, devemos preferir as proteínas completas (carne/peixe e clara de ovos) pois são elas as responsáveis pela construção muscular.


Enquanto treinamos, os músculos são sujeitos a esforços que provocam pequenas rupturas nos tecidos. Essas rupturas provocadas durante o treino podem contribuir para a tonificação de massa muscular, ou destruição da massa muscular/flacidez, dependendo isto do facto de ingerir ou não a quantidade certa de proteína.

As consequências da destruição de massa muscular, são sobretudo a diminuição do metabolismo (que leva a uma maior dificuldade em queimar calorias e gordura) e flacidez muscular. A melhor forma de o evitar é suplementarmo-nos com proteína, isto porque um batido de proteína é mais rapidamente absorvido pelo organismo e possui todos os aminoácidos essenciais para recuperar os seus músculos, ao contrário de muitos dos alimentos.


É também fundamental dividir o consumo de proteína ao longo do dia em todas as refeições, no máximo de 3 em 3 horas, de modo a construir e a manter massa muscular, bem como controlar os níveis de glicémia, visto que a digestão das proteínas torna também mais lenta a digestão dos Hidratos de Carbono.


Para além disso, cerca de 30% da energia proveniente da proteína, ainda é gasta na sua própria digestão, aumentando o metabolismo , diminuindo a acumulação de gordura e favorecendo a construção muscular.


Mas qual a quantidade ideal de proteína diária?


Sabendo que necessitamos ± 2 gr de proteína pura por cada Kg de massa muscular, uma pessoa que tenha 50Kg de massa muscular poderá ingerir até 100gr de proteína pura distribuídas ao longo do dia, o que equivale, por exemplo, a uma ingestão de cerca de 480g entre carne/peixe e fiambre de frango/perú.


No entanto, dependendo do nível e intensidade da actividade física, poderemos necessitar de consumir até ± 3 a 4 gr de proteína pura por cada Kg de massa muscular.


Para finalizar, temos que desmistificar que a proteína é um "bicho mau" e que deve ser consumido em quantidades muito baixas. Alguns dos argumentos usados são o da proteína poder causar sobrecarga dos rins e osteoporose, ora bem estes argumentos não são apoiados por nenhum estudo, antes pelo contrário, os estudos comprovam que a proteína ajuda a combater a osteoporose.


Os verdadeiros inimigos do corpo humano são, sim, as gorduras saturadas e os hidratos de carbono de alto índice glicémico.

 

Gostaste deste artigo? Fica á vontade para colocares o teu comentário em baixo! 

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Pesquisa

Por Data

Powered by mod LCA